Relação da confusão mental e do diabetes

Quando o diabetes está fora do controle, muitas complicações podem acometer o paciente, como crises de hiper e hipoglicemia. Esta última se caracteriza pela baixa concentração de glicose no sangue e pode apresentar diversos sintomas, como tontura, dor de cabeça e, em casos mais graves, confusão mental e até mesmo convulsões. Entenda o que é a hipoglicemia e a relação da confusão mental e o diabetes.

Relação da confusão mental e do diabetes (Foto: Divulgação)
Relação da confusão mental e do diabetes (Foto: Divulgação)

Veja também: Como baixar a diabetes rápido

Relação da confusão mental e do diabetes

Confusão mental se dá quando a pessoa fica incapaz de pensar com clareza e agilidade. Relaciona-se ainda com a sensação de desorientação e dificuldade de concentração e de lembrar das coisas. A confusão mental pode ser um sintoma de diversos tipos de problemas de saúde, como a diabetes descontrolada – mais especificamente em casos de hipoglicemia. A diabetes está fora do controle quando os níveis de açúcar no sangue estão fora dos níveis considerados normais, seja para mais (hiperglicemia) ou para menos (hipoglicemia). Nesses casos, o paciente enfrenta algumas consequências e precisa estar ciente de como agir.

Relação da confusão mental e do diabetes é maior do que imagina (Foto: Divulgação)
Relação da confusão mental e do diabetes é maior do que imagina (Foto: Divulgação)

Conheça os tipos de hipoglicemia

No caso da hipoglicemia, caracterizado pela baixa concentração de glicose no sangue (glicemia está abaixo de 70 mg/dl), existem dois tipos: hipoglicemia de jejum e a pós-prandial ou reativa, que ocorre depois das refeições. Entre os sintomas da hipoglicemia estão:

  • tremores,
  • tonturas,
  • palidez,
  • suor frio,
  • taquicardia,
  • fome,
  • visão turva,
  • fraqueza,
  • confusão mental.
Água com açúcar pode te ajudar (Foto: Divulgação)
Água com açúcar pode te ajudar (Foto: Divulgação)

Evite a queda do açúcar no seu sangue

O ideal é evitar a queda de açúcar no sangue e prevenir crises de hipoglicemia, controlando e monitorando a glicemia, e, assim, afastar a possibilidade de complicações, como a confusão mental. Algumas recomendações podem ajudar neste sentido, como realizar refeições menores e mais próximas umas das outras e, antes de dormir, optar por refeições leves, à base de proteínas e carboidratos, para evitar crises noturnas.

Confira também: Como controlar a diabetes

Confusão mental pode ser um indicio de que o diabético precise de ajuda (Foto: Divulgação)
Confusão mental pode ser um indicio de que o diabético precise de ajuda (Foto: Divulgação)

Repondo a glicose

Se não foi possível evitar a hipoglicemia, recomenda-se que a pessoa tome suco de laranja, refrigerante, água com açúcar ou mesmo chupar balas para repor a glicose. O efeito dessas medidas é mais rápido quando esses alimentos são consumidos com pães, biscoitos e pipocas, por exemplo, pois são carboidratos de longa duração. Se o sintoma de confusão mental persistir, a pessoa deve ser levada, imediatamente, para atendimento médico. De qualquer forma, a ocorrência deve ser informada ao médico que acompanha o paciente para dar as orientações necessárias.

Cuidado com o tratamento do diabetes (Foto: Divulgação)
Cuidado com o tratamento do diabetes (Foto: Divulgação)

Além disso, é fundamental que pessoas próximas ao paciente, como parentes e amigos, conheçam os sintomas de hipoglicemia, pois poderão ajudar de forma mais eficaz em casos de crises.

 

/* */