Dieta nórdica ajuda no controle do diabetes: entenda

Uma alimentação saudável e equilibrada é peça-chave para manter os níveis de açúcar no sangue dentro da normalidade e, assim, manter o diabetes sob controle. Cada paciente deve procurar ajuda de um nutricionista para elaborar um plano alimentar personalizado, de acordo com as necessidades particulares do seu organismo. Porém, algumas dietas já consagradas se revelam grandes aliadas no tratamento do diabetes, como a chamada dieta nórdica. Entenda como a Dieta nórdica ajuda no controle do diabetes.

Dieta nórdica ajuda no controle do diabetes entenda (Foto: Divulgação)
Dieta nórdica ajuda no controle do diabetes entenda (Foto: Divulgação)

Dieta nórdica ajuda no controle do diabetes: entenda

A dieta nórdica, também conhecida como viking, é uma versão escandinava para a famosa dieta mediterrânea. Em seu cardápio, se destacam os vegetais, peixes, frutas, alimentos integrais e fontes de gorduras boas. A dieta sugere ainda dar preferência a alimentos orgânicos e evitar bebidas açucaradas e alimentos com conservantes.

Aposte nessa dieta deliciosa (Foto: Divulgação)
Aposte nessa dieta deliciosa (Foto: Divulgação)

Benefícios a saúde dessa dieta

Uma pesquisa feita por diversas entidades de ensino da Escandinávia apontou que essa dieta proporciona diversos benefícios à nossa saúde. O conjunto das propriedades dos alimentos exaltados pela dieta ajuda a baixar os níveis de colesterol ruim (LDL) e a aumentar o bom (HDL); além de prevenir a aterosclerose, uma doença que causa o estreitamento dos pequenos vasos sanguíneos que fornecem sangue e oxigênio para o coração, trazendo mais risco a hipertensão.

Coma salada sempre (Foto: Divulgação)
Coma salada sempre (Foto: Divulgação)

Menos inflamações da célula de gordura

Outro estudo, realizado pela Universidade do Leste da Finlândia, constatou que a dieta nórdica pode impedir a inflamação de células de gordura presentes embaixo da pele – associada com diversas doenças crônicas relacionadas com a obesidade, como hipertensão e diabetes. Além disso, um levantamento feito pela Universidade de Copenhague afirma que a dieta ajuda a eliminar os quilos extras, o que é fundamental para controlar o diabetes.

Aposte nessa delícia de fruta (Foto: Divulgação)
Aposte nessa delícia de fruta (Foto: Divulgação)

Alimentos permitidos nessa dieta

Conheça alguns alimentos que compõem a dieta nórdica e entenda seus benefícios:

Peixes de águas frias: salmão e bacalhau, por exemplo, são ricos em ômega 3, uma gordura que ajuda a diminuir o colesterol ruim, prevenindo doenças cardiovasculares – uma das principais complicações do diabetes. Uma pesquisa espanhola constatou ainda que o ômega 3 melhora a sensibilidade do organismo à insulina, reduzindo o risco do diabetes.

Centeio, cevada, aveia, arroz e massas integrais: a aveia possui grande quantidade de fibras, ajudando a diminuir a velocidade de absorção da glicose, o que é importante para pacientes diabéticos. Alimentos integrais, como arroz e massas, têm uma digestão mais lenta, proporcionando maior saciedade e ajudando no emagrecimento.

Confira também: Hábitos que aumentam a insulina

Carnes brancas: além do peixe, a dieta defende o consumo de outras carnes brancas e recomenda reduzir a ingestão de carne vermelha. Isso porque, diminuindo o consumo de carne vermelha, diminui também o teor de gordura saturada na alimentação. Essa gordura em excesso favorece o aumento do colesterol ruim e o desenvolvimento de doenças cardíacas.

Saiba mais informações sobre: O que é a pré-diabetes: entenda, veja como curar

Frutas vermelhas: cranberry, blueberry, morango e amora possuem ação antioxidante que combate o envelhecimento celular, protege o sistema cardiovascular e melhora a circulação sanguínea. Essas frutas contêm ainda flavonoides, um nutriente com efeito antioxidante e que previne doenças degenerativas.

 

/* */