Diabetes Insipidus: Causas e tipos

A Diabetes Mellitus é a versão mais comum e mais conhecida dessa doença, que atinge milhões de brasileiros. Mas existem outros tipos de diabetes mais raros, entre os quais a Diabetes Insipidus, cujo número de casos é bem menor (em torno de 15 mil, no Brasil).

Diabetes Insipidus
Diabetes Insipidus: Causas e tipos (Foto: Reprodução internet)

O que é Diabetes Insipidus? Trata-se de uma anomalia no controle de água do organismo, em que os rins apresentam dificuldade para reter, adequadamente, a água filtrada. Como consequência, a pessoa começa a ter um grande volume de urina, ultrapassando 3 litros por dia e podendo chegar a até 10 litros diários.

Isso ocorre devido à diminuição na produção do ADH (hormônio antidiurético), causada por alterações no sistema nervoso central ou por falhas nos rins. Além de urinar em excesso, quem sofre com a doença também passa a sentir sede extrema.

Tipos e causas

A Diabetes Insípida, como essa doença também é conhecida, pode ser subdividida em três tipos, de acordo com a origem do problema:

  • Diabetes Insipidus Central

Essa versão tem origem no sistema nervoso central e é causada por lesões ocorridas nessa região (especialmente no hipotálamo e na hipófise), devido a cirurgias, traumatismo craniano, infecções ou doenças autoimunes, que levam ao comprometimento da produção e/ou liberação do ADH.

Com isso, os rins apresentam dificuldade para reter a água filtrada, que começa a escapar por meio da urina, em grandes quantidades.

Diabetes Insipidus
Um dos tipos de diabetes insipidus pode ocorrer durante a gravidez (Foto: Pixabay)
  • Diabetes Insipidus Nefrogênico

Já nesse caso, a concentração do hormônio antidiurético está normal, mas os rins não respondem normalmente a ele, devido a algum problema no próprio órgão. As principais causas do diabetes insipidus nefrogênico podem ser o uso de determinados medicamentos, infecções graves, doença policística, alterações dos níveis de potássio e doenças como anemia falciforme e amiloidose, entre outras.

  • Diabetes Insipidus Gestacional

Outro dos tipos de Diabetes Insipidus, essa versão é causada por uma enzima produzida pela placenta, chamada vasopressinase, que degrada o ADH e leva ao aumento da produção de urina. Ela só ocorre durante a gravidez, e em geral desaparece após o fim da gestação.

Sintomas

Os principais sintomas da Diabetes Insipidus são a vontade de urinar intensa (a urina se apresenta bastante clara e diluída), incluindo o aumento da micção noturna (em muitos casos, a pessoa chega a urinar até durante o sono), e a sede insaciável. Além desses sinais, a pessoa também pode apresentar dores de cabeça e perda de peso.

Diabetes Insipidus
Entre os sintomas da diabetes insipidus está a sede insaciável (Foto: Pixabay)

Como tratar

Se você tem apresentado os sinais da Diabetes Insipidus com frequência, a melhor dica é procurar um médico. Para diagnosticar a doença, ele poderá pedir exames de sangue e urina, além de ressonância magnética da hipófise e/ou exame de imagem das vias urinárias, conforme o caso.

Descoberta a doença, o tratamento para Diabetes Insipidus pode envolver mudanças na alimentação (diminuição do sal), o uso de medicamentos, a reposição do ADH e o tratamento da doença que esteja levando a essa condição, variando de acordo com a severidade do caso e o tipo.

/* */