Diabetes causa doenças na retina

O diabetes descontrolado pode causar inúmeros danos ao organismo e mesmo desenvolver outras doenças. Uma das regiões mais afetadas pela doença são os olhos, mais especificamente, a retina. Um estudo realizado pelo Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, aponta que cerca de 80% dos tratamentos para doenças da retina feitos na unidade são originados pelo diabetes não controlado. Entenda por que o Diabetes causa doenças na retina.

retina4

Diabetes causa doenças na retina

Manter os níveis de glicose controlados pode reduzir as chances do diabetes desenvolver problemas na retina, como a retinopatia, que causa baixa na visão ou até mesmo a perda de visão. A doença, quando descontrolada, causa lesões na paredes dos vasos sanguíneos de todo o corpo, inclusive da retina (um tecido que reveste todo o olho e é responsável pela captação da imagem).

O diabetes pode afetar a retina de duas maneiras: a retinopatia e a maculopatia diabética. O paciente pode sofrer de apenas um ou dos dois problemas. A retina é formada pela retina central, chamada de mácula (onde está o poder máximo da nossa visão e o reconhecimento das cores e dos detalhes) e a retina periférica (responsável pelo campo visual).

Quando o diabetes causa lesão no vasos dos olhos, ocorrem pequenos pontos hemorrágicos e vazamento de líquido, o que se caracteriza o edema. Se isso ocorre na região periférica da retina (fase inicial da retinopatia, chamada de não-proliferativa), o paciente pode enxergar bem, mas se o edema afeta a região central, a mácula, a visão de leitura e da percepção dos detalhes ficam comprometidos – caracterizando a maculopatia diabética.

retina

Caso a doença evolua, o sangramento vai para dentro do olho e a retina é descolada caracterizando a hemorragia vítrea (vítreo é um gel transparente, localizado entre a retina e o cristalino, que garante a estabilidade do globo ocular). Dessa forma, a retinopatia é chamada de proliferativa, quando a visão fica bastante comprometida e pode, muitas vezes, acarretar na cegueira irreversível.

Como evitar?

Para evitar todas essas complicações e mesmo para tratá-las de forma eficaz, quaisquer que sejam suas fases, é fundamental controlar o diabetes com idas frequentes ao médico. Muitas vezes, somente com o controle dos níveis de glicose no sangue é possível frear a progressão da retinopatia e seus efeitos.

retina3

Caso houver o diagnóstico, é necessária a realização constante de exames de retinografia e angiofluoresceinografia (espécie de fotografias tiradas do fundo do olho) para auxiliar o tratamento. Este depende do estágio da retinopatia, ou seja, pode constar de observação, uso de laser (fotocoagulação) ou cirurgia.

 

/* */