Desvende os segredos dos remédios de diabetes: como funciona

Em alguns casos de diabetes, a doença pode ser controlada com uma alimentação balanceada e um estilo de vida saudável, que envolva prática regular de atividades físicas. Outros casos, porém, o tratamento exige o auxílio de medicamentos, seja com a aplicação de insulina ou com a ingestão de medicamentos via oral. Como qualquer outro tratamento, é importante que o paciente conheça seus detalhes, como funciona no organismo e Desvende os segredos dos remédios de diabetes.

Desvende os segredos dos remédios de diabetes como funciona (Foto: Divulgação)
Desvende os segredos dos remédios de diabetes como funciona (Foto: Divulgação)

Desvende os segredos dos remédios de diabetes: como funciona

Os tratamentos para o diabetes tipo 1 e tipo 2 são diferentes. No caso do tipo 1, que se desenvolve, geralmente, antes dos 30 anos de idade, o paciente precisa tomar insulina em injeções (de acordo com a indicação do médico), já que o seu organismo não fabrica este hormônio na quantidade suficiente para transformar o açúcar advindo dos alimentos em energia para o corpo funcionar.

Veja também: Como baixar a diabetes rápido

Já no diabetes tipo 2, a mais comum e mais frequente após os 40 anos de idade, há casos em que a alimentação saudável, exercício físico e controle do peso ajuda a baixar o nível de açúcar no sangue. Caso esse tipo de tratamento não funcionar, é possível que o médico indique algum tipo de medicamento. Nesse tipo de diabetes, o pâncreas fabrica insulina, mas o corpo não consegue usá-la de forma correta.

Teste os seus índices de insulina no organismo de modo saudável (Foto: Divulgação)
Teste os seus índices de insulina no organismo de modo saudável (Foto: Divulgação)

Tratamento com pílulas contra diabetes

O tratamento com pílulas varia de caso a caso. São vários os tipos de pílula que os médicos podem prescrever para baixar o nível de açúcar do sangue e, assim, controlar o diabetes. Cada pílula age de uma maneira diferente e é indicada de acordo com o quadro de cada paciente. Elas podem: estimular o pâncreas a fabricar mais insulina; diminuir a quantidade de açúcar feita pelo fígado; diminuir a absorção dos amidos ingeridos; ou aumentar a sensibilidade à insulina. Se mesmo os remédios não ajudarem no controle da doença, o tratamento pode ser redefinido com o aumento da dose, adição ou mudança de pílula.

Alguns remédios podem te ajudar (Foto: Divulgação)
Alguns remédios podem te ajudar (Foto: Divulgação)

Novidades no tratamento contra diabetes

A indústria farmacêutica tem apresentado novidades para o tratamento do diabetes, como os medicamentos que estimulam a perda de açúcar através da urina, a insulina com efeito de mais de 40 horas, bomba de insulina inteligente que para de funcionar diante de hipoglicemia, medidor de glicemia que se conecta com iPhone para enviar informações sobre o paciente para o e-mail do médico e remédio que alia controle glicêmico com redução de apetite.

Confira mais informações sobre: 10 passos para ficar longe da diabetes

Aplique insulina e veja a diferença (Foto: Divulgação)
Aplique insulina e veja a diferença (Foto: Divulgação)

É importante saber que, mesmo em tratamento com remédios, o paciente não deve relaxar nos cuidados com a alimentação e com a prática de exercícios físicos. Os remédios reduzem o açúcar no sangue, mas não substituem um estilo de vida saudável.

 

/* */