Alimentação para pré-diabéticos: 5 dicas incríveis para seguir

O diabetes é uma das doenças mais preocupantes em todo o mundo. Milhões de pessoas sofrem com ela e com as possíveis consequências que essa doença pode causar. No entanto, é necessariamente igualmente importante tomar bastante cuidado com o pré-diabetes. Ele é um sinal vermelho bastante significativo. Com dicas de alimentação para pré-diabéticos, é possível se prevenir e lidar com essa problema.

Alimentação para pré-diabéticos

Alimentação para pré-diabéticos: 5 dicas incríveis para seguir

Para contentamento geral, algumas pesquisas indicam que com pequenas mudanças nos hábitos alimentares e também no estilo de vida é possível reduzir significativamente a quantidade de pessoas com pré-diabetes. Em outras palavras, o número de pessoas que sofre desse mal cai muito.

Nesse artigo daremos algumas dicas de alimentação, a fim de que eles tenham os níveis de glicose reduzido e possam levar uma vida muito mais saudável. Não deixe de ler esse artigo!

1. Ingestão de alimentos com baixo índice glicêmico

O índice glicêmico é uma excelente forma de controlar a alimentação para pré-diabéticos é observar o índice glicêmico do alimento em questão que será consumido. Quando um determinado alimento possui um índice glicêmico elevado, ele vai possibilitar um aumento mais veloz da quantidade de açúcar no sangue.

Por outro lado, um alimento com baixo índice glicêmico apresenta menos probabilidades de elevar a quantia de açúcar no sangue. Alimentos repletos de fibra possuem um baixo índice glicêmico, por exemplo. Já alimentos cozidos, enlatados ou processados evidenciam um índice glicêmico bastante elevado e portanto devem ser evitados ou consumidos com moderação.

Os alimentos detentores de um baixo índice glicêmico são:

  • Macarrão;
  • Feijão;
  • Grãos;
  • Ervilhas;
  • Favas;
  • Lentilhas
  • Pão integral;
  • Peixe;
  • Carnes magras;
  • Vegetais;
  • Hortaliças;
  • Frutas maduras;
  • Salmão;
  • Ovos;
  • Figos;
  • Ervilhas;
  • Couve de bruxelas;
  • Quinoa;
  • Linhaça;
  • Batata doce;

2. Incluir mais alimentos ricos em fibras na dieta

A fibra é um item incrivelmente vantajoso. Uma de suas maiores vantagens é dar a sensação de saciedade, de que se está plenamente satisfeito, em termos de comida. Ela agrega um maior volume a alimentação para pré-diabéticos. Quanto mais você consome alimentos ricos em fibras, menos fome sentirá.

No que isso auxilia o pré-diabético? Bem, isso ajuda a reduzir a vontade de comer e potencialmente o desejo de comer um alimento rico em açúcar. Inicialmente eles te darão aquele sprint de energia, mas esse “gás” dura muito pouco e rapidamente você terá uma sensação de cansaço.

3. Elimine a ingestão de bebidas com muito açúcar

Uma latinha de refrigerante pode conter 45 gramas de açúcar, que é o máximo recomendado para uma pessoa com pré-diabetes.

Porém os refrigerantes que são cheios de açúcar nada mais correspondem do que calorias vazias, carboidratos de digestão rápida que dão aquela pico de energia, mas que tão logo se acaba, ocasionando mais cansaço posteriormente.

Se deseja saciar a sua sede, dê preferência a ingestão de água. Em último caso, prefira um refrigerante diet.

4. Modere no consumo do álcool

Exagerar demais nunca é bom em qualquer situação. Isso obviamente também se aplica a alimentação e a ingestão de bebidas alcóolicas. O álcool desidrata o corpo da pessoa.

Bebidas alcoólicas e diabetes: O que pode e não pode?

Além disso, há muitas bebidas que contém uma quantidade muito elevada de açúcar em sua receita, o que consequentemente também pode aumentar a taxa de açúcar no sangue. Você não precisa eliminar por completo o consumo da bebida. Tudo o que você precisa fazer é tomar  uma ou duas doses diárias apenas.

5. Use adoçante ao invés de açúcar

Os adoçantes são substâncias artificiais que foram confeccionadas pensando-se justamente nas pessoas pré-diabéticas e diabéticas. Seu gosto é bastante similar ao açúcar, dando o sabor adocicado, mas sem elevar a taxa de açúcar no sangue.

Aprenda a controlar a hipoglicemia com alimentos

Adequando a alimentação para pré-diabéticos

Adequar a alimentação para pré-diabéticos é uma tarefa que exige um pouco mais de criatividade e cuidado, mas nem por isso essa pessoa precisa levar uma vida de privação. Basta moderar o consumo de determinados alimentos e fazer algumas substituições.

/* */