5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes

O tratamento do diabetes exige do paciente cuidados especiais e procedimentos diários. É fundamental, por exemplo, monitorar constantemente os níveis de glicose no sangue, garantir uma dieta alimentar equilibrada e praticar exercícios físicos de forma regular e, se for o caso, aplicar diariamente insulina. Os avanços tecnológico, ao longo dos anos, têm tornado a convivência com a doença, assim como seu controle, menos difícil. Confira 5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes.

5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes (Foto: Divulgação)
5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes (Foto: Divulgação)

5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes

Com bastante frequência, novas tecnologias são estudadas para melhorar a qualidade de vida dos pacientes com diabetes e garantir um tratamento menos desconfortável – do monitoramento da glicemia até a administração de insulina.

Conheça as formas de uso da tecnologia em sua vida (Foto: Divulgação)
Conheça as formas de uso da tecnologia em sua vida (Foto: Divulgação)

Para se ter uma ideia, antes dos glicosímetros, a glicose era medida por meio da urina fervida em um tubo de ensaio e as seringas para a aplicação de insulina eram de vidro, precisando ser esterilizadas a cada uso. Atualmente, os materiais são descartáveis e o tamanho das agulhas diminuíram, tornando o processo menos incômodo.

Confira abaixo 5 Tecnologias que melhoram o tratamento do diabetes.

A tecnologia pode te ajudar a controlar a diabetes (Foto: Divulgação)
A tecnologia pode te ajudar a controlar a diabetes (Foto: Divulgação)

Medidor de glicemia

Medidor de glicemia: cada vez mais esses dispositivos garantem uma medição de glicemia de forma rápida, prática e indolor. Além disso, se antes era necessário colher 0,5 mililitro de sangue para fazer a medição, hoje basta 0,3 microlitro, ou seja, diminuiu mais de 99% a quantidade necessária para aferir os níveis glicêmicos.

Use ferramentas tecnológicas para te ajudar a medir o diabetes (Foto: Divulgação)
Use ferramentas tecnológicas para te ajudar a medir o diabetes (Foto: Divulgação)

Adesivo

Adesivo: o diabético precisa monitorar diariamente os níveis de glicemia e, em caso de diabete tipo 1, aplicar injeções diárias de insulina. Para facilitar os dois procedimentos, um grupo de cientistas americanos desenvolveram um pequeno adesivo capaz de detectar o aumento nos níveis de glicose e secretar, de forma automática, as doses necessárias de insulina no sangue.

Aplicação de insulina

Aplicação de insulina: pacientes com diabetes tipo 1 precisam de doses diárias de insulina na corrente sanguínea. Novas tecnologias têm garantido a aplicação da injeção de forma cada vez mais prática e indolor. Se antes eram usadas seringas de vidro e agulha intramuscular, com necessidade de esterilização a cada uso, hoje as seringas são descartáveis e com agulhas menores e mais finas. Existem ainda as canetas e bombas de insulina e facilitam o procedimento e contribuem para uma maior precisão.

Conheça essas novas tecnologias (Foto: Divulgação)
Conheça essas novas tecnologias (Foto: Divulgação)

Aplicativos

Aplicativos: atualmente, todo mundo tem um celular em mãos na maior parte do tempo. Aplicativos para iPhone e Android foram desenvolvidos para facilitar o cotidiano dos diabéticos. É possível registrar os dados da medição de glicose e enviar para o médico para ajudar no acompanhamento. Além disso, alguns aplicativos têm a função de fazer a contagem de carboidratos em cada refeição, o que ajuda no controle da alimentação e na administração de insulina.

Glicosímetro iBGStar

Glicosímetro iBGStar: é um dispositivo, acoplado ao celular, que pretende unir o monitoramento ao benefício dos aplicativos. Para fazer a medição da glicemia, é preciso baixar um app, que irá fornecer gráficos para acompanhar o tratamento e enviar os dados ao médico.

 

/* */