5 Dicas para saber se a diabetes é crônica

O diabetes é uma doença crônica que se caracteriza pela elevação dos níveis de glicose no sangue e que, pode tabela, pode gerar complicações cardiovasculares por conta de lesões nos vasos sanguíneos. É uma doença crônica por não ter cura, mas que pode ser controlada por meio de um tratamento adequado, que envolva atividades físicas, dieta alimentar balanceada e, em determinados casos, o uso de medicamentos. Dicas para saber se a diabetes é crônica.

5 Dicas para saber se a diabetes é crônica

Dicas para saber se a diabetes é crônica

O diabetes não é apenas uma doença, mas um grupo de doenças que possuem como característica comum o aumento da concentração de glicose no sangue com consequentes complicações crônicas. Essas complicações surgem por conta de alterações nos vasos sanguíneos. Portanto, o diabetes é uma condição crônica que surge quando o pâncreas não é capaz de produzir insulina (tipo 1) ou quando o organismo não consegue fazer o uso correto deste hormônio (tipo 2), acumulando glicose no sangue.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma doença é caracterizada como crônica quando possui uma ou mais dos seguintes aspectos: é permanente, produz incapacidade/deficiências residuais, são causadas por alterações patológicas irreversíveis, exigem uma formação especial do doente para reabilitação, ou podem exigir longos períodos de supervisão, observação ou cuidados.

crônica3

Por isso o diabetes é considerado uma doença crônica, pois não tem cura, mas pode ser controlada com medicamentos e hábitos de vida saudáveis. Se fora do controle, com as taxas de glicose desreguladas, ela pode causar consequências graves para o paciente, como problemas cardiovasculares, cegueira, amputações e até mesmo a morte.

Existem, basicamente, quatro tipos de diabetes: tipo 1, comum na infância e na adolescência, quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina, e o tratamento exige a aplicação diária do hormônio; tipo 2, frequente em pessoas acima de 40 anos de idade e ocorre quando as células do organismo são resistentes à insulina; gestacional, que ocorre no período da gravidez por conta do aumento de peso excessivo da mãe e costuma desaparecer depois do parto; e diabetes associados a patologias como pancreatites alcoólicas e o uso de certos medicamentos.

crônica

Por conta da grande recorrência de doenças crônicas, como o diabetes tipo 1 e 2, o Ministério da Saúde possui o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis no Brasil, que tem como objetivo fortalecer o serviço de saúde voltado à doenças crônicas e promover o desenvolvimento de políticas públicas para prevenção e cuidado com este tipo de doença e seus fatores de risco.