10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda

A combinação diabetes e gravidez coloca a gestação em situação de risco, tanto para o bebê como para a mãe, mas com os devidos cuidados e acompanhamento médico adequado, é possível gerir a criança de forma tranquila e saudável. Dessa forma, é preciso ter consciência das possíveis complicações para saber como lidar e mesmo como evita-las. Conheça 10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda.

Confira mais informações sobre: 3 modelos de planilhas para controle da glicemia

10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda (Foto: Divulgação)
10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda (Foto: Divulgação)

10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda

Veja os 10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas: entenda como conquistar um corpo saudável e perfeito. Na gravidez, existem duas situações que envolvem o diabetes: a mulher que já é diabética e engravida e a mulher saudável que desenvolve o diabetes gestacional. Neste segundo caso, as alterações hormonais afetam a ação da insulina, desencadeando a doença. Em ambas situações, a mulher precisa de cuidados especiais redobrados para controlar a doença e evitar males tanto para ela como para o bebê.

Seja uma grávida saudável (Foto: Divulgação)
Seja uma grávida saudável (Foto: Divulgação)

Alimentação balanceada pode te ajudar a conquistar mais saúde

Esses cuidados incluem alimentação balanceada, prática regular de atividades físicas, acompanhamento médico e tratamento rigoroso. Tudo para manter os níveis de glicose dentro da normalidade e garantir uma gravidez, parto e pós-parto seguros.

O diabetes durante é uma situação de risco para o bebê tanto durante a gestação como no neonatal. Várias complicações podem surgir se a doença não for tratada de forma adequada. A seguir, listamos 10 Males recorrentes em bebês de mães diabéticas.

Veja também: Suco de soja e seu papel no combate do diabetes: entenda

Veja os males do diabetes (Foto: Divulgação)
Veja os males do diabetes (Foto: Divulgação)

10 males em bebês de mães diabéticas

  1. Hipoglicemia: o bebê corre risco de ter hiporglicemia ao nascer, que se caracteriza pelo baixo nível de açúcar no sangue
  2. Insuficiência pulmonar: bebês nascidos de mães diabéticas podem apresentar mais chances de sofrer com desconfortos respiratórios.
  3. Macrossonomia: o diabetes descontrolado da mãe pode levar à ocorrência de fetos macrossômicos, ou seja, bebês muito grandes com dimensões exageradas. Isso pode ainda dificultar o parto, com a ocorrência de traumatismos, como a fratura de um ombro, por exemplo.
  4. Malformação congênita: as alterações podem fazer com que o bebê apresente defeitos na formação de seus órgãos.
  5. Prematuridade: quando o parto é prematuro, a criança fica mais suscetível a determinados problemas.
  6. Obesidade: crianças nascidas de mães com diabetes em descontrole têm mais chances de ficarem obesas.
  7. Diabetes: os bebês nascidos nessas situações estão mais propensos a desenvolverem diabetes na adolescência.
  8. Icterícia: o bebê está mais sujeito a esta síndrome, que se caracteriza pela amarelidão da pele
  9. Maior produção de insulina: cerca de dois terços do açúcar da mãe vão para o bebê; a quantidade extra de glicose sobrecarrega o pâncreas da criança, que passa a produzir mais insulina.
  10. Morte fetal: em caso extremo de descontrole da glicemia e se o problema não for tratado adequadamente, há grande risco de morte fetal súbita.